08/04/2012

#GDGDrop | Quero comprar estilo, tem jeito?

Sempre recebo e-mails, principalmente de adolescentes, com pedidos de dicas de estilo: como e onde comprar peças, a melhor forma de combiná-las e, até muitas vezes de como mudar completamente o guarda-roupas, ou seja, querendo comprar estilo.
A verdade é que não funciona bem assim, principalmente quando somos tão jovens, pois passamos por constantes mudanças de comportamento, que influenciam diretamente na maneira como encaramos a vida e como gostaríamos que ela nos encarasse: você é aquilo que você veste?

Quando falamos de estilo, nos referimos ao comportamento e sua roupa mostra muito sobre isso. Você não precisa vestir a jaqueta, a bota e o jeans do momento para fazer parte do que é ser estiloso, - pensar assim é besteira, mas claro que um pouco de orientação é legal, mas isso tem de ser complemento, saber o que se adequa a você, fisicamente, economicamente e socialmente falando.

Comprar ou não comprar? Eis a questão. É necessário saber o que se precisa e não só achar ou então apenas querendo gastar, independente se vai até a loja ou comprando pela internet, a questão é: Porque você vai comprar? Como você vai usar essa determinada peça e adaptá-la a seu estilo? Mudar todo o guarda-roupas a cada temporada  é um pensamento de alguém perdido: a busca pela autoafirmação ou, pior, a ostentação. Estilo não esta no “mérito” de comprar tudo, de ter as melhores peças da nova coleção, mas sim se sentir bem usando o que você gosta, sendo velho ou novo. Não compre por modismos, nem tudo que fica cool nos outros poderá ficar descolado em você, o que aponta novamente para o conselho: use o que te faz bem.

 Meu conselho é: Olhe para você, se conheça, abra seu guarda-roupas e analise tudo o que você tem e o que você usa. Pense nas possibilidades, somente assim você vai conseguir entender o que exatamente quer mudar, acrescentar e, se necessário, comprar. Espero que tenha conseguido expor meu ponto de vista de maneira clara pra vocês.

Abraços e ótima semana!
Comentários

26 comentários:

  1. Eu achei o post muito bom!
    acho que estilo tem a ver um pouco com a nossa fase na vida.
    os homens principalmente mudam o estilo de se vestir ou quando sentem que estão ficando mais velhos, ou quando querem mudar alguma coisa na sua vida.
    O importante mesmo é se encontrar e se sentir bem com aquilo que você é, e o que você tem \o
    Parabéns pelo post e pelo Blog Rodrigo!
    Você com certeza ajuda muita gente a encontrar seu próprio estilo com ele <3

    ResponderExcluir
  2. OTIMO POST! PARABENS!

    ResponderExcluir
  3. mostre mais tenis,mocasim,dockside

    ResponderExcluir
  4. Gostei Muito , ainda estou tentando achar meu Estilo !! rsrs

    ResponderExcluir
  5. chocado!! q d+ esse post mano!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post, e concordo com cada palavra. O que eu + gosto na moda, e que me faz querer aprender + sobre ela é a possibilidade que temos de nos expressar através do que vestimos. Ultimamente tenho me concentrado em achar o meu próprio estilo e tem sido bem legal brincar com o que eu já tenho e apostar em coisas novas. Abraço ^^
    Cassiano

    ResponderExcluir
  7. Estar harmonioso,estar feliz ,e acima de tudo estar adequado.

    ResponderExcluir
  8. Fala Perek! Rapaz, que post bacanudo. Lição para todos... anotem. Cara isso me faz lembrar de mim mesmo. Como eu me vestia e cuidava e como fui alterando tudo com o passar do tempo. Mas falta muito para chegar num nível bacana, mas já dei grandes passos. A lição que fica é como mudei fisica e emocionalmente. E no meu caso, penteados e quilos de conhecimento ajudaram! Hahahaha...

    Abração

    ResponderExcluir
  9. Ótimo post, realmente estilo não é algo que deve ser imposto e sim algo que cada um constrói pra si como algo que transmita o que você é.

    Parabéns.

    Paulo Mendes
    http://fashionboyz.com/blog/

    ResponderExcluir
  10. muito bom o post.
    acho que deu pra muita gente entender sobre o que é estilo.

    eu sou muito de comprar o que acho que fica legal em mim. compro muito, isso é verdade, mas nada que não vá usar ou que não tenha minha cara.
    sinto falta de dicas para utilizar uma mesma peça de outras formas ou até sobreposições.

    ResponderExcluir
  11. Amei o post muito bom e com certeza podemos analisar a personalidade através da vestimenta, realmente somos oque vestimos.. tenho certeza que este post vai ajudar muitas pessoas a comprarem seu próprio estilo, um abraço Rodrigo, sucesso sempre ;)

    ResponderExcluir
  12. muito bom, brasil brasileiro! chega desse povo que não sabe nem o que é e parece que usa tudo junto, passando de ser humano para árvore de natal OI Q.
    chega das pattys de caveiras.


    MUÁ!

    ResponderExcluir
  13. muito bacana! moda é mesmo uma maneira de se expressar quem é!

    ResponderExcluir
  14. Excelente! Achei o post esclarecedor. Também concordo que a roupa deve refletir a sua identidade, sem abrir mão do bom senso. Precisamos raciocinar sobre o que usamos, afinal não somos manequins de fast fashion.

    ResponderExcluir
  15. Muito legal o que vc falou é bem isso mesmo a gente tem que juntar o que esta na moda, com o nosso estilo e com as peças que a gente já tem e criar nossa propria identidade visual.

    ResponderExcluir
  16. Muito legal é isso mesmo a moda é só uma referência que dever ser absurvida mas filtrada para cada tipo de pessoa e estilo também.

    ResponderExcluir
  17. Vc tá escrevendo bem melhor heim?Viu como o tempo e a experiencia fazem bem?Isso também vale para o estilo...

    ResponderExcluir
  18. '' A questão é: Porque você vai comprar? Como você vai usar essa determinada peça e adaptá-la a seu estilo?'' É a mais pura verdade pra mim, vejo várias camisetas/camisas muito legais, mas lembro das minhas calças/bermudas e sapatos e percebo que não ficaria legal. Então, se não da pra comprar o look completo, com calça/bermuda e sapato, melhor nem comprar. É melhor ficar sem, do que mal vestido depois, né?

    ResponderExcluir
  19. Post muito interessante!
    Adorei,ótimas dicas ;D

    ResponderExcluir
  20. Oi, meu nome é Ariel, tenho 18 anos. Só estava a fim de comprar um tenis mais ou menos de acordo com o estilo atual e resolvi passar no blog.
    Minha atual namorada, mais baladeira, nos eventos sociais de literatura (somos metidos a escritores) e etc, vem me cobrando para que eu me vista melhor. Minha irmã é modelo, já namorei uma modelo e sinceramente, a moda, o estilo, as roupas caras ou não caras, mas bem produzidas, me enojam. Eu já fui de movimentos politico-socias, já me voluntariei em ONGS enfim, minha visão já é um pouco mais radical mas acho que voce tocou no ponto certo. Hoje em dia, depois de morar na Belgica, sem pobreza, com todos se vestindo bem inclusive eu, relaxei um pouco mais sobre isto, mas continuo vendo a moda talvez como uma divisão estética-social da sociedade. Não só a vejo desta forma como a sinto desta forma. Não importa o quão bem as pessoas estejam vestidas no geral, a moda sempre as impulsionara para um divisão social hierarquizada. Basta visitar o Mckenzie: todos se vestem bem,mas mesmo assim, eles nao estao satisfeitos, a unica mudança foi a ascensão do nivel, começam a ter gente com roupas de passarela, alfaiate: um absurdo. Acho que uma grande problematica da moda em seu papel social, é a imaturidade psico-social do individuo que se utiliza dela. Todos em geral, precisam amadurecer, precisar se achar neles mesmos e no mundo externo, só assim a felicidade e a contemplação parecem mais proximas. Qdo determinado individuo não chega a este patamar, a problematica, muito comum ao meu ver, é seu uso da moda como espelho pra sí mesmo, como imagem para sociedade e o pior, para mesura-la: acrescentando valores morais e sociais a um outro individuo de acordo com seu look, enfim, acrescentar qualquer valor a moda já é problematico. é preciso maturidade e consciencia para que a moda não vire mais um instrumento de alienação e de distanciamento entre as pessoas. Acho que voce esta no caminho certo para concluir isto. Parabens pelo trabalho, ainda sim, me interesso por tudo, a siga consciente e responsavel.

    ResponderExcluir
  21. Interessante sua opinião Ariel de Oliveira, mas se volta para outras questões sociais que envolvem o comportamento humano, interesses mercadológicos, o consumismo e capitalismo, entre outros. O post se refere á tema cientificamente estudado de modo multidisciplinar e definido por convenção. O estilo está dividido em 2 grupos gerais onde encontramos 7 tipos característicos. Não é composto apenas pela vestimenta, mas principalmente não se prende á marcas, grifes, moda, etc. E todo profissional envolvido deve saber e respeitar isso.

    "O estilo está acima da moda, usando suas ideias e sugestões sem aceitá-las todas." Giorgio Armani

    ResponderExcluir
  22. Esse Post me livrou de uma compra, que eu iria fazer e nem iria usar!

    ResponderExcluir
  23. Eu fiz exatamente no que diz respeito ao texto, olhar o guarda - roupa.
    Doei alguns, alguns vou ficar...
    Vejamos que as calça larga já não faz parte, comprei um skinny.
    Comprei um sapatênis de couro perto.
    Certa vez me senti bem ao estilo...
    Sou um universitário, não sou adolescente, na época usava calça larga pelo estilo hip hop pq eu gostava.
    Hj uso um simples da camisa polo com gola, calça skinny e sapatênis.
    Sou feliz!

    ResponderExcluir
  24. Nossa entrei aqui e me perdi por horas!!!
    Copiando fotos e trechos dos posts pra mostrar pro meu marido quando chegar em casa!!!
    Hoje mesmo vou abrir aquele guarda-roupa e fazer a listinha de compras!!!

    bjobjoooo

    ResponderExcluir
  25. você é incrível, adorei!!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante! Você pode comentar usando o Facebook se preferir, Obrigado! (os comentários dos leitores não expressam a opinião do editor e/ou colaborador)

 


Blog Garoto de Grife, por Rodrigo Perek - 2014 | Todos os direitos reservados.